Igreja da Ordem Terceira de São Francisco

Fundado pelos franciscanos entre 1250 e 1330, fora da cerca muralhada, o convento de São Francisco de Tavira foi um dos mais preeminentes edifícios do Algarve medieval. Inicialmente, a igreja conventual adotou uma planta longitudinal de cruz latina, orientada a nascente.

Ao longo dos séculos o convento recebeu várias renovações e reconstruções, sendo também assolado por diversas catástrofes, nomeadamente, dois terramotos (1722 e 1755), uma derrocada (1840) e um terrível incêndio (1881). Assim, a igreja que chegou aos nossos dias é um edifício complexo com várias intervenções ao longo da sua história, tendo hoje um traçado distinto do original fruto das reconstruções oitocentistas. Resistiram a estas vicissitudes algumas parcelas do edifício medieval refletindo a influência da arte da Batalha (século XV), se bem que estas se apresentem estrutural ou funcionalmente alteradas. Da antiga cabeceira conserva-se uma antiga capela colateral, atual sacristia, com uma elevada abóbada gótica de belo traçado e um janelão em arco quebrado. Também no jardim municipal anexo à igreja conservam-se duas antigas capelas laterais, góticas, que se alinhavam à nave do templo.

O processo de transição do convento para os franciscanos da Observância – um dos ramos da Ordem de São Francisco –, em 1517, suscitou a realização de obras patrocinadas por D. Manuel I, havendo testemunhos de que a capela-mor apresentava as armas deste monarca.

Das diversas confrarias que se instalaram na igreja destaca-se a Ordem Terceira de São Francisco, uma das mais prestigiadas na cidade, que aqui se estabeleceu a partir de 1670, cuja capela veio a ocupar o espaço do antigo transepto, posteriormente acrescentado com um Santuário (1730) e com a Casa do Despacho (1743). Será esta ordem responsável por muita da ornamentação barroca do templo, tendo para o efeito recorrido aos melhores artistas algarvios.

Com a extinção das ordens religiosas em 1834, o convento foi parcialmente vendido em hasta pública e a igreja foi entregue à Ordem Terceira de São Francisco, adotando uma orientação e um traçado diferentes do primitivo templo conventual.

Tags: